CRMV-BA PROMOVE HOMENAGEM AOS MÉDICOS VETERINÁRIOS

+(reset)-

51º Encontro de médicos veterinários da Bahia teve palestras, entrega de prêmio e confraternização.

Duzentos e quarenta profissionais inscritos, dois palestrantes de ponta e duas mesas de discussões com alguns dos nomes mais influentes em seus setores.   O  evento, alusivo ao Dia do médico veterinário – 09 de setembro-, foi definido como um “sucesso” pelos seus organizadores após ouvirem avaliações dos participantes. O 51º encontro foi um esforço do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, CRMV/BA, da Sociedade de Medicina Veterinária da Bahia, do Sindicato de médicos veterinários da Bahia, da Associação de clínicos veterinários de Pequenos Animais- Anclivepa-Bahia e do Núcleo de apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão da EMEVZ- UFBA,  NAEPEX.

“Todo mundo gostou de tudo:  palestras, encontro e  coquetel”, diz o MV Rodrigo Bittencourt, professor doutor da UFBA e curador técnico do evento.  Ele tem experiência em organização de eventos nacionais como membro da equipe de colaboradores do colégio brasileiro de reprodução animal.

O professor da UFBA  entrou na equipe organizadora a convite do MV Rafael Teixeira, conselheiro do CRMV/BA e coordenador geral do encontro, que avaliou o resultado como satisfatório e mobilizador.

O conselheiro do CRMV/BA,  MV Lúcio Leopoldo,  disse que o encontro atendeu às expectativas com o bom nível das palestras, reuniu  profissionais, políticos e gestores, mas  do que ele mais gostou foi “o reencontro com colegas que há muito não se via”.

Foram usados os  dois auditórios do PAF I- Reitor Felipe Serpa,  da UFBA em Ondina. No Auditório Nadja Viana, falou o prof. Dr. MV Pedro Eduardo de Felício sobre o tema  “A Qualidade da Carne Segundo o USDA, as Estrelas da Qualidade na Austrália e a Certificação da Raça Bovina Brasil”

A professora e pesquisadora MV Patrícia Malard ocupou o Auditório João Gonçalves e palestrou sobre “Células Tronco na Medicina Veterinária – Perspectiva e Desafios”.

Em sua palestra,  Dra. Malard falou do entusiasmo nos anos 90 quando se começou a pesquisar o uso de  células tronco e depois as dificuldades ao se perceber que estas células tinham uso  dirigido para  ossos, tendões e cartilagens.

Dra. Malard assinalou em sua exposição a importância das pesquisas do britânico John Gurdon e do japonês Shinya Yamanaka, ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina de 2012, que abriram um caminho para conseguir fazer as  células-tronco adultas quase tão versáteis quanto as embrionárias, reprogramando-as como se fossem células imaturas.

Ela explicou as questões logísticas –na Bahia sua empresa tem uma conexão na cidade de Luis Eduardo Magalhães- e as questões de custo. E ressalta:  ao saber dos custos e benefícios os tutores tem apenas uma pergunta: “pode parcelar?”, pois ficam empolgados com as possibilidades reais do tratamento.

A palestra do Dr. Pedro de Felício foi baseada em estudos e dados sobre o setor produtivo da carne.

O conselheiro do CRMV/BA, MV Paulo Emílio,  mediador da mesa redonda,  explica que  ”Dr. Pedro é um expoente da profissão, fato que nos orgulha como médicos veterinários.  Sua palestra foi muito esclarecedora quanto a ciência da carne tem evoluído no mundo. Nesse sentido o Brasil como maior exportador tem que investir significativamente  em pesquisa”.

Dr. Pedro  explicou detalhadamente questões de nomenclaturas como “Prime, Choice, Select, Standard, Commercial, Utility, Cutter”  e as  diferenças de classificação dos exportadores brasileiros, australianos, norte-americanos e brasileiros.

O palestrante manifestou preocupação com a qualidade do produto brasileiro, pois o gado nelore, que é maioria do rebanho nacional,  tem carne mais fibrosa.  Ele assinalou que se houvesse alimentação suficiente para o rebanho de raças europeias do sul do país durante o ano inteiro, os frigoríficos locais poderiam aumentar o volume das exportações de carnes com maior valor agregado.

Após as palestras foi entregue o Prêmio Fúlvio Alice para a MV Marieta Oliveira Campos, uma das pioneiras das Medicina Veterinária baiana. O CRMV/BA fez um vídeo em homenagem à trajetória da profissional.

Na sequência  foi oferecido um coquetel  na EMEVZ- UFBA.

A MV Ana Elisa Almeida teceu considerações ao final do evento. Para ela, “os objetivos foram alcançados,  tivemos um evento com palestrantes de alto nível, homenagem a uma notória profissional e momentos de confraternização com os colegas.  O CRMV/BA está sempre envidando esforços no sentido de dar condições para educação continuada dos inscritos.”

Na terça-feira, 19/09, foram entregues  75Kg de ração para  gatos e 25Kg de ração para cães que foram doados para o evento.

FONTE: ASCOM/CRMV-BA

Comente esta notícia

Twitter You tube Facebook Flickr Orkut
Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado da Bahia - Sindimev-BA
Rua Marujos do Brasil, nº. 20, Tororó - Salvador – Bahia - CEP: 40.050-030 - Fone: (71) 3332-9357
E-mail: sindimev@sindimev.org.br